Resenhas

[Resenha]: As Dez Torres de Sangue- Carlos Orsi

Depois de um longo intervalo sem resenhas ou qualquer tipo de novidades, posso afirmar que voltamos com TUDO!(kkkkkkkk). As Dez Torres de Sangue, é uma trama cheia de aventuras, misticismo e mistério,  em suas paginas descobrimos  a história do aventureiro Suleiman Ibn Batil e da fidalga Dona Teresa, enquanto ambos desvendam os segredos da cidade misteriosa de Antares no deserto do Saara e tentam pôr fim aos atos sombrios que lá são realizados.

sinopse

deztorres“Nas profundezas do Saara fica Antares, o Olho do Escorpião, a Cidade das Dez Torres, para onde foram exilados os sultões da primeira raça humana criada por Alá, homens primordiais de grande estatura e crueldade que desafiaram seu Criador e que estão na raiz das lendas que mantêm os bravos beduínos do deserto acordados e com medo à noite.Para Antares se dirigem Suleiman Ibn Batil e sua refém, a nobre Dona Teresa. Ele tem dívida de sangue que só pode ser paga com a destruição total da fortaleza maligna. Ela apenas deseja escapar – do deserto, de Suleiman, dos desígnios da própria família. Em As Dez Torres de Sangue, novela do autor e organizador veterano Carlos Orsi, descubra uma aventura entre os mistérios da Cabala e as intrigas do Império Português da Era dos Descobrimentos. Armados apenas com espadas afiadas e a própria coragem, os Suleiman e Dona Teresa enfrentam monstros, estátuas vivas e outras criaturas fantásticas em busca do segredo que levará à derrocada final das Dez Torres.”

Autor: Carlos Orsi                                                                                                                   Editora: Draco
Páginas: 96                                                                                                                                       *Livro cedido pela editora para resenha

cats 3

Para realizar uma vingança pessoal, Ibl Batil precisava de recursos. Para adquiri-los ele teve que fazer uma dívida de sangue com diversos povos e o pagamento era um só: a destruição da antiga cidade das Torres de Sangue. Para entrar nesse lugar ele vai precisar da ajuda da nobre portuguesa Teresa. O foco, como em toda boa história do gênero, está muito mais na ação e na aventura, com uma certa dose de horror, do que propriamente no desenvolvimento dos personagens e profundidade do enredo

Resultado de imagem para as dez torres de sangue

“Os árabes dizem que, antes de criar os homens, Alá deu o mundo a um grupo de sultões inumanos, muito mais sábios que qualquer pessoa da nossa espécie jamais poderia pensar em ser. Mas esses ‘sultões que precederam Adão’ de que fala o mito teriam utilizado a sabedoria para criar pecados e iniquidades tais que clamavam aos céus por vingança. Enojado, o Criador decidiu banir os sultões de sua presença. Para onde? Segundo alguns contadores de histórias, para a cidade das Torres de Sangue. ”

Com todo esse clima clássico eu imaginei logo que a parceira dele, a Dona Teresa, teria uma representação aqui das antigas personagens femininas, bem “princesa precisando ser salva”, foi uma grata surpresa esse conceito ser posto de lado de uma maneira que se encaixou perfeitamente na narrativa.

Outro ponto relevante a se destacar é que é um livro bastante curto, pouco mais do que um conto longo, que você lê em uma ou duas sentadas tranquilamente, e nem tem o que falar sobre o lindo trabalho gráfico, como é padrão na editora. Por fim,  As Dez Torres de Sangue é uma aventura no deserto que invoca todo o estilo pulp de exploração, aventura e perigo em uma misteriosa cidade no meio do deserto.

Beijos

Até mais…

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s