Resenhas

Crítica de Stranger Things

Should I stay or should I go

strangerthingsgif.0Tá na hora de falar de séries aqui no Tô só opinando!E a série da vez não pode ser ninguém mais ninguém menos do que a nova queridinha da Netflix, a série que de primeira conquistou o coração de todos os clientes da provedora global de filmes e séries; Stranger Things.

A série criada pelos irmãos Duffer ( The Duffer Brothers), com título em português ‘Coisas Estranhas’, estreou na plataforma em julho de 2016 e possui atualmente 1 temporada com 8 episódios de aprox 50 minutos cada. Isso sem dúvida foi o suficiente para agradar  os espectadores fieis da série que já foi considerada a mais comentada do ano, quebrando records de grandes produções como Game of Thrones(HBO).

O ar da série é bem syfy, com toques de comédia, drama e é claro, terror. Ela se passa nos anos 80 em Montauk, Long Island e narra o estranho desaparecimento de Will, um dos integrantes do grupo protagonista da série, que junto com Mike, Lucas e Dustin aprontam todas(pelo menos no primeiro ep da série). Junto com o desaparecimento de Will muitas outras coisas estranhas começam a acontecer na pacata cidade, e é quando aparece Eleven.

Eleven aparentemente é uma garota perdida, insegura e que está com fome. Mas existem algumas pessoas que estão a procura incessante de Eleven, o que prova que ela pode ser uma ameaça para alguns.

Quando Eleven conhece Mike e os meninos, eles se juntam para protegê-la das pessoas’ más’ que a estão perseguindo  e ela aos poucos revela pistas de que pode entrar em contato com Will de alguma forma. Do lado normal da coisa, a família de Will,mesmo desesperada ainda possui esperanças de encontrá-lo com vida, e sua mãe Joyce(Winona Ryder) acredita que está fazendo contato com seu filho através de luzes de natal(?!)stg

É claro que ninguem consegue entender Joyce,pois qualquer mãe desesperada pelo desaparecimento do filho pode chegar a fantasiar um possível contato,principalmente esse que parece bem esquisito. Mas no desenrolar da série, coisas vão sendo desvendadas e a veracidade dos contatos de Will e Joyce vai sendo validada.

E como qualquer série de terror que se preze, esta não poderia deixar de ter um monstro, que fica escondido no que as crianças acreditam ser o “upside down”, uma dimensão alternativa do mundo normal, que de alguma maneira, através de experimentos científicos fail, abriu um portal, possibilitando o monstro de transitar pelo mundo normal, fazendo vitimas sem que seja descoberto… ou não.

Enfim, não vou dar o spoiler total da série porque quero muito que vocês possam conferir. Além de ter um enredo incrível e elenco impecável também, a série é repleta de referências de outros sucessos do cinema como “Alien, o 8º passageiro”, “Poltergeist”, “O clube dos cinco”, e “Contatos imediatos de 3º grau”( que também são filmes que vocês deveriam ver.haha).strangerthings[

Então é isso galera.Se vocês já assistiram a série deixem aqui seu comentário do que acharam, e se ainda não viram, corram pra conferir que a série vale a pena!Beijos, e até o próximo post!! ❤ :*

 

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Crítica de Stranger Things

  1. É que adoro as series por que podemos encontrar de diferentes gêneros. De forma interessante, os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores da série e diretores dos dois primeiros e dois últimos episódios da temporada, optaram por inserir uma cena de abertura com personagens novos, o que acaba sendo um choque para o espectador, que esperarava reencontrar de cara as queridas crianças. Desde que vi o elenco de Stranger Things imaginei que seria uma grande produção, já que tem a participação de atores muito reconhecidos, Pessoalmente eu irei ver por causo do actor Charlie Heaton, um ator muito comprometido (recém a vi em SHUT-IN para uma tarde de lazer é uma boa opção.), além disso, acho que ele é muito bonito e de bom estilo. Não posso esperar para ver a nova temporada, estou ansiosa.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s